Rumo ao XI CBA: adubando a terra, semeando esperança

Enviado por Marcelo Soares Souza. Criado em 24/04/2019 12:38 e última atualização 24/04/2019 12:41

Acompanhe as informações sobre o CBA Nordeste! Tem novidade vindo aí

III Encontro Nacional de Agroecologia. Foto: Cintia Barenho

Produzir coletivamente um encontro como o Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA), mergulho que nos propomos a fazer a cada dois anos, é um potente desafio. Na certeza de que só é possível realizá-lo ao lado das diversas organizações que caminham conosco e com as quais construímos nossa trajetória, este ano teremos o XI CBA. Animado pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA) e pela Rede Sergipana de Agroecologia (RESEA), o evento será realizado de 4 a 7 de novembro de 2019, no Campus São Cristóvão da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Com o lema “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares”, e ressaltando a importância dos processos preparatórios descentralizados nos territórios, um de nossos horizontes é fortalecer os espaços de organização e mobilização social dos diversos sujeitos que constroem a agroecologia enquanto prática, ciência e movimento.

E, como todo grande encontro, a realização do XI CBA nos traz diversos desafios. Acolhemos o que chega e tentamos, coletivamente, encontrar caminhos para solucionar as demandas, seguindo os princípios agroecológicos e nossos sonhos de fortalecer a construção do conhecimento.

Com o CBA se aproximando, o período de submissão de trabalhos aberto e a necessidade de nos organizarmos para contribuir com a construção do congresso de forma qualificada a partir dos territórios, compartilhamos alguns pontos centrais abaixo, de acordo com as dúvidas que têm chegado e que são sempre muito bem vindas. Atentamos para uma questão central: o entendimento do CBA não apenas como um evento ou um “éééé vento”, aquele que vem, cumpre seu papel e passa. O congresso é muito mais que um momento de alguns dias, é um processo coletivo de construção e fortalecimento. Por isso, toda crítica, sugestão e contribuição são mais que bem vindas, bem como as mãos, mentes e corações para construir em conjunto.

Seguimos a disposição, em parceria e em rede, construindo conhecimento!

1. Inscrições 

O sistema de inscrições será gerido pela Fundação Eliseu Alves, instituição sem fins lucrativos que atua no apoio a projetos de pesquisa, ensino, extensão e desenvolvimento institucional, científico e tecnológico. Para que o sistema esteja disponível para receber as inscrições precisamos costurar alguns detalhes técnicos, que já estão em fase de finalização. Assim que estiver em funcionamento, divulgaremos amplamente em todas as redes da ABA-Agroecologia e da RESEA. Os valores das inscrições serão divulgados junto com a plataforma, lembrando que este CBA se propõe a ser um congresso popular, plural e acessível a todas e todos.

2. Site

A página eletrônica do XI CBA está sendo carinhosamente preparada para ser o principal canal de informação e diálogo com toda a sociedade. Assim como o sistema de inscrições, também está em fase de finalização e já nos próximos dias será amplamente divulgado. Fique atenta/o às nossas mídias sociais e acompanhe! 

3. Tecendo o XI CBA

Os processos preparatórios descentralizados nos territórios são momentos de inspiração, de criação coletiva, de celebrar a força e os anúncios da agroecologia! Pensando nessa caminhada, incentivamos que os núcleos, grupos e coletivos organizem encontros preparatórios, dialogando sobre os temas trazidos no lema deste CBA, sobre a ida a Sergipe (imaginem a chegada das caravanas culturais!), como forma de contribuir na construção do congresso e qualificar a participação. A nossa inteligência e criatividade coletivas são nossas maiores aliadas para seguir semeando esperança, lutando por justiça e por nossos direitos. 

De que forma organizar um encontro preparatório? O ponto principal é soltar a criatividade! É possível organizar rodas de conversa, oficinas de escrita criativa, mostra de filmes, participar das feiras agroecológicas de sua cidade, convidar famílias agricultoras, incentivar a submissão de trabalhos e relatos de experiência. O importante é colorir os espaços.

O cortejo rumo ao XI CBA já começou! Vamos juntas e juntos.

4. Submissão de trabalhos

O período para submissão de trabalhos segue aberto até o dia 19 de maio. A Comissão Técnico-Científica publicou a 3ª convocatória com orientações para envio, tutorial para registro na Revista Cadernos de Agroecologia, que acolherá os textos submetidos, e os modelos específicos de cada categoria – resumo expandido, relato de experiência técnica e relato de experiência popular. Acesse a convocatória clicando no link abaixo:

 

A logo do XI CBA será divulgada em breve, juntamente com os modelos de submissão.

5. Hospedagem no XI CBA

Para garantir ampla possibilidade de acomodação às/aos participantes, teremos 4 tipos de hospedagem no XI CBA: acampamento, hospedagem coletiva, hospedagem solidária e indicações. Veja abaixo:

*Acampamento – Ocorrerá dentro da UFS, utilizando as estruturas da própria universidade e também de bioconstrução. Será destinado para jovens de grupos de agroecologia, para pessoas de diversos Povos e Comunidades Tradicionais e para representação dos movimentos sociais.

*Hospedagem Coletiva – Ocorrerá em espaços cedidos por parcerias na construção e realização do XI CBA. Assim como o acampamento, será destinado para jovens de grupos de agroecologia, para pessoas de diversos Povos e Comunidades Tradicionais e para representação dos movimentos sociais.

*Hospedagem Solidária – Ocorrerá nas residências de famílias que gentilmente irão ceder um espaço para alojamento de pessoas que não tenham condições de arcar com os custos de hospedagem paga.

*Indicação – Através das articulações que estão sendo fortalecidas no processo de construção do XI CBA, será disponibilizada uma lista com indicações de pousadas, hostels e hotéis, além de informações sobre bairros para aluguel de casas e/ou quartos.

6. Alimentação

A Comissão Local do XI CBA está em processo de articulação da alimentação do congresso a partir do envolvimento e integração da produção agroecológica com o consumo.

Realizamos um primeiro momento mobilizador e integrativo nos dias 12 e 13 de abril de 2019, a Oficina da Alimentação do XI CBA, reunindo cerca de 50 pessoas que atuam na cadeia produtiva de alimentos agroecológicos e tradicionais. A partir desse produtivo e inspirador encontro entre agricultoras/es, marisqueiras, beijuzeiras, produtoras/es de alimentos de origem animal, nutricionistas e pesquisadoras/es da agricultura agroecológica e cultura alimentar, foi consolidado o Grupo de Trabalho Alimentação e sistematizamos informações importantes e animadoras para a viabilização do nosso sonho coletivo de ter uma alimentação agroecológica no XI CBA.

Estamos nos preparando para garantir espaços de refeições populares e democráticas na própria universidade e no seu entorno, com o envolvimento também dos serviços de alimentação que já atendem à comunidade local.

7. Programação

Os espaços do XI CBA estão sendo pensados e elaborados por muitas mãos, mentes e corações. Dessa forma, foi aberto um amplo e colaborativo processo de colheita entre os Grupos de Trabalho (GTs) da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) e outras organizações e coletivos de atuação nacional. A partir das propostas construídas nesses espaços, será consolidada a “Teia de Saberes”, que nos orientará na construção dos espaços do Congresso. A construção coletiva da Teia de Saberes será realizada em maio de 2019. A partir de então, a programação do XI CBA será amplamente divulgada, assim como os espaços para submissão de atividades autogestionadas e demais propostas. 

A cultura e a arte, trazidas pela primeira vez no lema do congresso, nos acompanharão em todos os momentos, com a força criadora e criativa da Região Nordeste e seus poetas, que nos encantam com seus anúncios de esperança e resistência.

8. Contatos Comissão Organizadora do XI CBA

Mais informações sobre o processo de construção do XI CBA podem ser obtidas através dos e-mails das respectivas comissões que compõem a organização do congresso. Sinta-se à vontade para somar também nessa construção. Pedimos que, antes de entrar em contato com as comissões, verifiquem se as informações que buscam já não estão disponíveis. 

Secretaria Executiva ABA-Agroecologia

E-mail: secretaria@aba-agroecologia.org.br

Coordenação Geral

cbanordeste@gmail.com

Comissão Técnico-Científica

E-mail: ctc.xi.cba@gmail.com

Comissão de Comunicação, Arte e Cultura

E-mail: artecomunica.cba@gmail.com 

Comissão de Infraestrutura e Logística

e-mail: aldeia.cba2019@gmail.com

Comissão de Metodologia

E-mail: metodologiacba2019@gmail.com

Comissão de Captação de Recursos e Parcerias

E-mail: parcerias.cba2019@gmail.com

Fonte: http://aba-agroecologia.org.br/rumo-ao-xi-cba-adubando-a-terra-semeando-esperanca/


Tags: cba, congresso brasileiro de agroecologia, brasil, agroecologia, nordeste, sergipe, resea, evento, congresso